Cursoonlinepreparaalunosparaestudar

Curso online prepara alunos para estudar

07.04.2015

Com o conteúdo desenvolvido pelo educador Fábio Mendes, as aulas utilizam vídeos e apostilas para tornar o aprendizado mais fácil

CursoonlinepreparaalunosparaestudarEstudar, estudar e ter a sensação de que não conseguiu aprender. Quem nunca passou por uma situação parecida? O curso online “Como estudar?” promete ajudar os estudantes que estão com essa dificuldade. Desenvolvido pelo Aulalivre.net e a Autonomia Soluções em Educação, o conteúdo é ministrado pelo educador Fábio Mendes, que em janeiro publicou um artigo no Porvir explicando o seu método de quatro etapas que ensina alunos a estudarem sozinhos e adquirirem mais autonomia.

A ideia do curso é fazer com que os alunos não percam mais tempo estudando da maneira incorreta. Estruturado em 15 aulas rápidas, ele apresenta tópicos como a diferença entre estudar e revisar, quais hábitos podem impedir um bom aproveitamento, como criar um ambiente adequado para o aprendizado, por onde começar e de que forma conciliar jogos e entretenimentos com o estudo.

“A maior dificuldade dos alunos é que eles não sabem estudar. Não tiveram aula sobre isso na escola. Cada um acaba estudando de um jeito. Para alguns funciona, mas para outros, não”, afirma Fábio Mendes, que é sócio-diretor da empresa Autonomia Soluções em Educação. Segundo ele, isso é recorrente em diversas faixas etárias, tanto que o curso pode ser útil para alunos do ensino fundamental até candidatos que estão se preparando para prestar um concurso público.

Cada aula é composta por um vídeo com duração média de dez minutos. Além disso, o estudante pode baixar apostilas que servem de material complementar. A ideia é que ele tente aplicar o método aprendido no curso nos seus momentos de estudo. Ao assistir uma aula que fala sobre o ambiente adequado, por exemplo, um exercício interessante seria o aluno ir até o seu local de estudo e analisar se ele está de acordo.

“Muitos alunos dizem que não conseguem estudar sozinhos.” Para Fábio, além da falta de conhecimento sobre como fazer, isso também é reflexo do hábito de separar horários e locais inadequados de estudo.

O curso foi lançado no começo de março e até agora já tem mais de seis mil alunos inscritos. Os conteúdos são gratuitos e disponibilizados de forma gradativa na plataforma, às segundas, quartas e sextas. No total já existem oito aulas disponíveis. Até o próximo mês o material deve estar completo.

Além de auxiliar estudantes, o curso também pode ser útil para professores que desejam trabalhar o método com os seus alunos. Uma dica apresentada por Fábio é que eles desenvolvam oficinas de estudo aplicadas ao conteúdo da sua disciplina. Para isso, também podem recorrer ao seu livro “A Nova Sala de Aula”, da Autonomia Editora.

Fonte: Portal Porvir – Marina Lopes