Uspveduca

USP, UFSC e VEDUCA lançam 1º MBA on-line e gratuito

01.10.2013

UspveducaProfessores da USP (Universidade de São Paulo), da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) e a empresa de tecnologia educacional Veduca vão lançar nesta terça-feira (1o) o primeiro curso nacional de MBA oferecido gratuitamente e de forma on-line para qualquer internauta. O curso de especialização em engenharia e inovação, ofertado nos moldes dos Moocs (cursos virtuais, gratuitos e de nível superior), contará com videoaulas gravadas de professores das duas instituições. Todas elas ficarão hospedadas na plataforma do Veduca. O curso aberto estará disponível a partir do dia 5 de outubro.

Outra novidade é que, os candidatos que desejarem, poderão ter acesso a um certificado de conclusão emitido pelo Centro Universitário UniSEB, instituição reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação). O diploma – que pressupõe a realização de provas presenciais, orientação de professores vinculados à UniSEB  e a defesa de um trabalho de conclusão de curso -, no entanto, terá um custo de cerca de R$ 6 mil ao aluno. Quem quiser apenas ter acesso às videoaulas, não vai precisar arcar com nenhum valor.

O lançamento desse MBA on-line coloca as universidades brasileiras no centro de um movimento mundial que vem reconfigurando a lógica tradicional da educação superior no globo. Isso porque, as aulas e os conhecimentos dos professores de universidades de elite não são mais privilégio dessas instituições. Agora, todo esse material tem sido disponibilizado na web, em plataformas como o Coursera, o edX, o próprio Veduca e, a partir do ano que vem, no Mooc.org – ambiente que está sendo desenvolvido pelo Google em parceria com Harvard e MIT. O lançamento do MBA em engenharia com a participação de professores da USP e UFSC ocorre logo após a reconhecida universidade norte-americana Wharton disponibilizar conteúdos de seu MBA de forma gratuita.

Mas, além do acesso às aulas de professores dessas instituições de ponta – legendados em português ou produzidos integralmente no nosso idioma – , o custo zero é outra vantagem que atrai o internauta. No Brasil, um MBA on-line de instituições de prestígio, como a FGV (Fundação Getulio Vargas) e o Ibmec, pode custar mais de R$ 15 mil. A diferença, no entanto, é que o MBA aberto do Veduca não oferece, ao menos por ora, – para aqueles que não se inscreverão no curso visando obter o certificado -, sistemas formais de tutoria e acompanhamento de professor para a resolução de dúvidas, o que ocorre nos cursos da FGV e do Ibmec.

Curso

O curso de pós-graduação lato sensu em engenharia e inovação terá ênfase na gestão da produção. Os conteúdos serão abordados por meio de videoaulas gravadas pelos professores da USP, USP São Carlos e da federal de Santa Catarina. Também compõem a grade complementar vídeos gravados por professores estrangeiros de outras universidades de renome já presentes no portal do Veduca. Mesmo sendo aberto à participação de todos, o MBA é recomendado para profissionais e empreendedores com formação em nível superior. Não é necessário que o aluno seja formado em engenharia, mas as aulas são voltadas a estudantes que já trabalham como gestores de equipes, de projetos, além de designers de produtos e profissionais de criação.

No MBA do Veduca, o curso pode ser iniciado a qualquer momento. Ou seja, o candidato não precisa esperar para participar de um processo de seleção ou de uma época fechada para inscrição, como ocorre no Coursera, por exemplo. Ao entrar na plataforma do Veduca, o candidato terá acesso a todo o conteúdo do MBA já disponível para consulta. Após assistir à aula digital de sua própria casa ou até do trabalho, o usuário poderá avaliar o seu desempenho resolvendo testes de múltipla escola, aplicar os conceitos aprendidos nas videoaulas por meio de estudos de casos sugeridos, além de ter acesso a outros materiais de consulta indicado pelo professor-palestrante. No ambiente virtual, o candidato ainda terá acesso a ferramentas que possibilitam interação com outros participantes nos fóruns exclusivos para que está fazendo o MBA. Não haverá interação com um professor-tutor.

De conteúdo programático, os alunos terão acesso a assuntos divididos em pelo menos sete módulos, com uma duração média de 40 horas cada um deles. No de gestão da inovação, serão discutidos conceitos e abordagens para gerenciamento de processos de inovação. Em gestão do desenvolvimento de produtos e serviços, o foco será as estratégias para a criação de um novo produto. No módulo sobre princípios de sustentabilidade e tecnologias portadoras, as aulas abordarão a relação entre infraestrutura e meio ambiente. No conteúdo programático sobre liderança e gestão de pessoas, serão abordadas as competências necessárias ao alcance de metas. Em gestão de projetos, serão introduzidos algumas formas de gerenciamento. Agregam-se a esses módulos, o de engenharia econômica e o curso de metodologia científica.

Ao finalizar o curso, o aluno que optar, poderá solicitar um certificado de conclusão. Mais detalhes sobre como funcionará a certificação serão conhecidos amanhã, no lançamento, e atualizados neste post em seguida.

Fonte: Portal Porvir | Da Redação