Notícias

Kahoot!: Como usar para deixar suas aulas mais divertidas

Ferramenta passa a ter versão em português e, para te ajudar, trazemos sugestões de especialistas, respostas para dúvidas frequentes e um tutorial de como usar

Após fazer sucesso entre os professores brasileiros, o aplicativo norueguês Kahoot! anunciou o lançamento da sua versão em português. Além das possibilidades de construir quizzes, desafios e outros jogos personalizados e interativos, a ferramenta agora também traz sugestões de atividades traduzidas para trabalhar socioemocionais, ciências, matemática e curiosidades.

Com a migração das aulas para o modelo remoto, o Kahoot! teve um crescimento considerável no país e alcançou mais 22 milhões de jogadores no último ano, tornando-se o terceiro idioma mais falado no aplicativo. No início da semana, o Porvir perguntou nas redes sociais como os professores estão usando a ferramenta nas suas aulas e recebeu mais de 130 relatos de atividades desenvolvidas em diferentes disciplinas e etapas de ensino.

Possibilidades com o Kahoot!

Em Brasília (DF), a professora Soraya Lacerda fez um circuito maker para criação de super-heróis e usou o aplicativo na hora de ativar a curiosidade dos estudantes com perguntas antes de desenvolver a atividade. Teve quem trabalhou com a ferramenta para fazer jogos de tabuada, acentuação e conhecimentos gerais, como a professora Debora Oliveira, de Santana de Parnaíba (SP), ou desafios de educação, como a professora Pollyanna Meireles, de Campina Grande (PB). Além de desenvolver os jogos, o professor Walmir Luis Fuoco promoveu competições e desafios entre equipes. A professora Karina Chechi Motta Soares, de Vitória (ES), também usou o Kahoot! de forma experimental em um curso de Culturas Digitais na Educação Infantil, da rede municipal.

Esses são apenas alguns dos exemplos de atividades que podem ser desenvolvidas com o aplicativo. “O professor pode inserir o Kahoot! em quase todos os contextos da sua aula”, sugere o professor e engenheiro Angelo Battistini, criador dos cursos online Kahoot! e Ferramentas de Interação, da Áurea618. De acordo com ele, as possibilidades variam desde promover um quiz durante a aula (presencial ou remota) para identificar se os alunos estão entendendo a matéria, até mesmo criar momentos de debate com a turma, desenvolver competições entre grupos e fazer avaliações interativas com a ferramenta.

Crédito: Reprodução


Como elaborar uma boa questão

“O professor pode começar com poucas questões e ir aprendendo com o desempenho da própria turma. Com o tempo ele vai se aprimorando”, ressalta Battistini. A grande dica que ele dá para conseguir um bom resultado com o uso do Kahoot! na sala de aula é pensar de forma cuidadosa na pergunta e nos desafios que serão propostos. “Que tipo de questão vale a pena? Não é saber o quanto o aluno decorou a matéria, mas procurar a compreensão dele sobre um assunto. O que eu quero que o aluno aprenda? Essa é a primeira questão. A partir daí o professor tem que pensar em como o aluno pode demonstrar esse conhecimento em um quiz ou atividade interativa.”


Além de elaborar uma boa pergunta, o professor Mairlos Navarro, fundador e presidente-executivo da Áurea618, sugere que os professores construam alternativas plausíveis para o quiz, que provoquem reflexões e diminuam a probabilidade do estudante chutar. “O professor deve manter um nível de dificuldade que o aluno vai olhar e pensar: eu tenho condições de responder isso, mas eu tenho que pensar um pouco. Se deixar muito difícil ou muito fácil, o aluno se desengaja”, afirma. Desenvolver perguntas mais diretas e fazer a leitura do enunciado com os alunos também são dicas dadas por ele para melhorar o desempenho da turma.

Principais dúvidas dos educadores

Apesar da ferramenta ter se popularizado por ser simples e intuitiva, antes de começar usar o Kahoot! é comum os professores terem alguns questionamentos. Para facilitar, o Porvir reuniu as principais dúvidas enviadas pelos educadores nas redes sociais, e elas foram respondidas por Sean D’Arcy, vice-presidente do Kahoot! para escolas e para casa. Confira:

1. É possível usar o Google Meet, Zoom, Microsoft Teams ou outra plataforma de videoconferência durante uma aula simultânea?

Sim! O Kahoot! Pode ser jogado em sincronia com muitas plataformas de videoconferência, incluindo Zoom, Google Meet, Microsoft Teams, e outros com a capacidade de compartilhamento de tela.

2. Como usá-lo de forma assíncrona?

Sim, o Kahoot! Pode ser usado independentemente ao atribuir kahoots em modo desafio.

3. Quais são as principais vantagens do plano pago do Kahoot!?

O Kahoot! Oferece uma ampla variedade de recursos em seus planos pagos, incluindo planos para professores independentes e o site de licenças Kahoot! EDU que pode conectar educadores de uma escola ou rede escolar. Os recursos do Kahoot! pago para escolas e coletividade de educadores incluem ferramentas de colaboração remota, um recurso de aulas interativas, análises avançadas e relatórios combinados para a sustentação de avaliações, tipos de perguntas adicionais, ferramentas de integração para professores, controles administrativos e muito mais.

4. Existe alguma maneira de diminuir a probabilidade de chute dos alunos?

Uma das melhores maneiras de incentivar os alunos a considerar suas respostas mais profundamente é atribuir o jogo no modo desafio, pois a concentração dos esforços de precisão se sobrepõe ao de velocidade. Os desafios podem ser concluídos no ritmo próprio de cada aluno, os dando mais tempo para considerar suas respostas e se concentrar na escolha correta.

5. Como usar o Kahoot! Com crianças de primeira infância? É possível incluir áudio e imagens nos jogos?

Sim, imagens e vídeos podem ser adicionados nos kahoots de diversas maneiras. Educadores podem aprender mais sobre como incluir peças audiovisuais em seus jogos aqui ou seguir estas etapas para incorporar vídeos do YouTube.

6. O aplicativo possui recursos de acessibilidade?

Sim! Inclusão e acessibilidade é um dos principais valores e prioridades do Kahoot!. Educadores podem ler sobre nossos recursos de acessibilidade aqui.

Dicas para as aulas remotas

O vice-presidente do Kahoot! para escolas e para casa também deu algumas dicas para apoiar os professores a utilizarem o aplicativo durante as aulas remotas. Confira:

1. Jogue Kahoot! com os alunos virtualmente via videoconferência

Uma possibilidade para os professores é de jogar no modo “Connected Kahoot!ing” (Kahoot! conectado).”Em síntese, significa jogar Kahoot! ao vivo, mas com alunos ou turmas inteiras de outra localização – de diferentes salas, casas, e até mesmo de outros países”, explica Sean D’Arcy. Nesse formato, os participantes usam o Kahoot! durante a chamada de vídeo e interagem de forma simultânea.

Para se aprofundar: guia detalhado e vídeo tutorial, em inglês.

2. Atribua jogos – acompanhando o ritmo dos alunos – no modo desafio

Diferente do exemplo anterior, ele menciona que essa forma de jogar Kahoot! incentiva a precisão acima da velocidade. “Os alunos jogam em seu próprio ritmo com perguntas e respostas em suas telas, enquanto o professor vê seu progresso em tempo real. Muitos professores consideram essa forma de jogar Kahoot! útil para revisão de conteúdo, preparação de exames, e tarefas de casa”, sugere.


3. Incentive alunos a criar e compartilhar seus próprios kahoot!s

“Outra forma poderosa de envolver os alunos, independente de suas localizações, é incentivá-los a criar e compartilhar seus próprios kahoots a partir do conteúdo aprendido em aula, hospedando jogos ao vivo ou atribuindo-o como um desafio”, indica Sean D’Arcy. De acordo com ele, os alunos podem criar kahoots em computadores ou dispositivos móveis, com a possibilidade de usá-los para apresentar sua própria opinião sobre um tema ou resultado de uma pesquisa. “Ao conceder essa autonomia, você ajuda os alunos a se desenvolverem de um perfil de aprendiz para o de um líder, de ouvinte para o de um apresentador e facilitador.”


4. Apresente os alunos ao Kahoot! para estudar em casa

O aplicativo também pode ser usado para estudar em casa. O vice-presidente do Kahoot! para escolas e para casa destaca que o estudante pode fazer isso de forma independente ou em um grupo virtual com os colegas. “Com os nossos novos modos de estudo, os alunos podem revisar conteúdo, se preparar para avaliações e estudar em casa. Os modos “Flashcards” (Fichas didáticas), Pratique, Teste-se e Desafio proporcionam aos alunos um aprendizado individualizado no app Kahoot!”.

Para uma abordagem envolvente e social com grupos de estudos, ele ainda sugere a possibilidade dos alunos criarem e ingressarem em ligas. “Os alunos escolhem o respectivo jogo, decidem como envolver seus colegas e iniciam seus estudos em um formato de competição. Qualquer membro da liga de estudos pode adicionar kahoots, transformando o processo de pesquisa de conteúdo em uma experiência colaborativa e economizando tempo para encontrar kahoots relevantes”, explica.

5. Use Kahoot! para acompanhar virtualmente o progresso do aluno

Outro recurso que o Kahoot! oferece é a chance dos professores desenvolverem atividades remotas que ajudam a acompanhar a aprendizagem dos alunos. “Ao navegar para ‘Relatórios’ após a partida de um jogo ao vivo ou desafio, os professores podem visualizar uma variedade de insights que fornecem uma compreensão mais profunda do processo e necessidades de cada aluno.”

Tutorial

O app Kahoot! em português já está disponível para download na App Store e na Google Play Store. Para os educadores que desejarem dar os primeiros passos no aplicativo, a convite do Porvir, a educadora e mentora de docentes Lígia Monteiro, da Trinità Educativa, desenvolveu um guia com tutorial rápido e dicas de como trabalhar com o Kahoot! nas aulas presenciais e remotas.

Fonte: Portal Porvir - Marina Lopes

author Advice