Notícias

Telegram tinha falhas sérias de segurança

E um alerta para os usuários do aplicativo de mensagens Telegram.

O especialista em cibersegurança, conhecido Polict no Twitter, revelou que o mensageiro ainda carregava graves brechas de segurança até o ano passado.

Em uma única investigação, o especialista descobriu 13 vulnerabilidades, principalmente no código-fonte dos stickers, lançados em 2019. A falha permitia invasores acessarem mensagens privadas, fotos e vídeos apenas enviando adesivos espiões aos usuários.

Se você está entre os milhares de novos usuários do Telegram, não se preocupe. As falhas de segurança foram corrigidas ainda no ano passado, durante as atualizações de setembro e outubro.

Fonte: Portal Olhar Digital - Redação 

author Advice