Notícias

Plataforma finlandesa para tornar a matemática mais descontraída chega ao Brasil

Eduten conta com 15 mil exercícios e funciona como um caderno digital que apoia o professor e facilita o progresso do aluno

Sempre existe mais de uma maneira para resolver os problemas matemáticos. Só que para muitos alunos, basta ouvir falar em matemática para que sejam despertados medo e ansiedade. Ao longo da vida escolar, esses sentimentos se traduzem em menores taxas de aprendizado e também em piadas como “não sou de exatas”, que afastam o aluno de qualquer cálculo, por mais simples que seja. Com uma tecnologia que traz a dinâmica dos jogos para as operações numéricas a plataforma finlandesa Eduten Playground, trazida ao Brasil pela Pro4Edu (Pro for Edu), parte do princípio de que para aprender o aluno precisa estar feliz e busca tornar a experiência com números mais prazerosa.

A Eduten Playground foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Turku. Os 15 mil exercícios disponíveis na plataforma possibilitam a realização de cerca de 200 mil operações matemáticas. De acordo com os desenvolvedores finlandeses, o tempo ideal para que o aluno permaneça conectado à ferramenta é de 45 minutos, que podem ser distribuídos em uma ou mais sessões durante a semana. Uma análise de impacto realizada com alunos na Finlândia detectou um aumento de 20% na fluência matemática após seis semanas de práticas na plataforma.

“Os finlandeses criaram um ambiente mais confortável, inspirado em jogos, que tem o propósito de fazer crianças e adolescentes, de 6 a 15 anos, cumprirem uma série de tarefas. Tudo isso com poucos itens e para evitar a dispersão”, diz a professora Patrícia Amaral, diretora da Pro4Edu.

Patrícia define a Eduten Playground como um caderno digital em que o professor define as atividades e recebe uma devolutiva dos erros e acertos, permitindo o acompanhamento em tempo real do aluno inclusive durante a quarentena, porque mostra como interagiu com as atividades. Como se trata de uma plataforma adaptativa, à medida que o estudante progride e mostra dominar um conceito, os exercícios ganham um nível maior de dificuldade.

Originalmente construída em inglês, a Eduten Playground está em fase de tradução para o português e também passa por adaptação às dinâmicas das escolas brasileiras. “É interessante dizer que não se resume a uma representação, porque o envolvimento que nós temos agora é muito individualizado. Isso garante que a Eduten vai rodar de acordo com os mesmos pilares pedagógicos e da maneira como eles pensaram na Finlândia”, disse Patrícia, que diz ser importante ampliar o suporte ao professor durante o processo de adoção até que ele se sinta empoderado.

Neste momento, a Pro4Edu realiza um piloto da Eduten Playground no Colégio Filomena de Marco, em São Paulo (SP). Para maiores informações sobre realizações de testes, visite https://base2edu.com. A plataforma poderá ser usada remotamente e é uma ferramenta que tem potencial de apoiar escolas a facilitar o aprendizado de matemática durante o período de isolamento social.


* Ative tradução de legendas para o português

Fonte: Portal Porvir - Redação


author Advice